Detran-RJ muda regras para a retirada de veículos apreendidos que estão com o Imposto atrasado

Pois ao saber qual é o valor IPVA 2022 RJ, o contribuinte carioca passa a ter condições de se programar e também de fazer o pagamento para se manter totalmente regularizado com suas contas. E para fazer o pagamento IPVA 2022 RJ será necessário continuar no site do Detran da Rio de Janeiro que já foi citado anteriormente, para fazer a emissão da guia de recolhimento que permite que a ação seja concretizada.

Tabela IPVA RJ

Por fim, para os contribuintes que desejam parcelar o pagamento do IPVA 2022, a melhor coisa a ser feita será observar a tabela IPVA 2022 RJ, pois nela é possível verificar, entre outras coisas, as datas para fazer estes pagamentos. Deste modo, o contribuinte carioca passa a contar com todas as informações para conseguir se programar para pagar este imposto tão importante.

Como evitar o trânsito

Um dos grandes problemas das grandes cidades é, sem dúvida, o trânsito intenso, principalmente nos horários de pico das 6h30 às 9h e entre às 17h e 19h30. Segundo um estudo da Fundação Dom Cabral, os congestionamentos nas grandes cidades brasileiras causam perdas de até 5% na produtividade de um negócio.

E não apenas isso. Veículo parado em um congestionamento gasta e gasta muito. Uma recente reportagem da Revista Exame mostrou que, somente em São Paulo um dos, senão o pior, trânsito do país o desgaste nos veículos parados nos engarrafamentos custa mais de 33 bilhões de reais ao ano.

More Details

Serviços mais utilizados no portal do DETRAN

A consulta de multas e infrações é um serviço bastante usado pelas pessoas para saber quantas multas estão atreladas a um veículo em específico. Você deverá acessar página do Detran e, inicialmente, escolher a seguinte opção: seu veículo está dentro do Estado ou Não. Após essa seleção, você deverá informar o número da placa e do RENAVAM do carro/moto/caminhão que você deseja consultar.

Depois se inserir todas as informações necessárias, clique em ok e espere alguns segundos. O sistema retornará com todas as informações relacionadas ao veículo consultado, tais como multas recebidas, documentos pendentes e o detalhamento de todas as infrações cometidas pelo automóvel consultado.

Através do site também é possível consultar informações sobre a situação dos seus impostos, como por exemplo, o Licenciamento Santa Catarina, IPVA e o Seguro DPVAT.

  • Também temos os serviços online – essa é a área mais popular do portal, onde é possível ter acesso a uma grande variedade de serviços. É possível imprimir vias, guias de pagamento, e obter informações sobre a carteira nacional de habilitação.
  • Educação – aqui é possível estudar e se educar em relação as leis e as melhoras práticas e normas no trânsito. Além disso, é possível fazer cursos online de direção defensiva e primeiros socorros. Há também um espaço com dicas para motoristas, motociclistas, ciclistas, pedestres e muito mais!
  • Infração – caso você queira entender mais sobre as infrações recebidas ou, até mesmo, contestar multas, essa área é dedicada somente para isso. Aqui é possível saber de seus dinheiros e o que deve ser feito em vários casos de infração. É extremamente indicado dar uma passada nessa sessão.

Como tirar 2 via de documentos

Acesse o portal do Licenciamento Santa Catarina e clique na opção Serviços Online. Nessa área, é possível imprimir a 2 via de qualquer documento de seu veículo, além de poder imprimir boletos e obter informações preciosas sobre a CNH.

É possível consultar também os pontos de sua cnh, agendar exames, acompanhar o documento de seu veículo e muito mais.

More Details

Exportação: A melhor escola para a competitividade

De que modo a exportação pode ser importante para o desenvolvimento da competividade industrial das empresas brasileiras, sobretudo as pequenas e micro empresas? Quais os seus impactos para o mercado interno? Para comentar um pouco mais sobre esse assunto a coluna Logística Portuária buscou, na Itália, o consultor Nicola Minervini. Expert em internacionalização e autor do livro “O Exportador”, que entrou recentemente na sua sexta edição, Minervini acredita que a exportação é a saída para o desenvolvimento da competitividade nacional. “Considero a exportação como a melhor escola para a competitividade.

A empresa tem que se confrontar com o mundo. Temos que entender que exportação quer dizer longo prazo, perseverança, paciência”, ressalta. Para ele a internacionalização de micro empresas deve passar por um filtro para avaliar as condições de enfrentamento no mercado internacional. “É interessante que o empresário visite feiras no exterior para avaliar se seu produto tem reais condições de competir no mercado internacional. Também sugere realizar uma espécie de checkup para medir e verificar possíveis carências, investir em design, tecnologia, na marca. Para uma pequena empresa esses temas são complicados por essa razão pensar em trabalhar em grupo é a solução mais indicada nesse contexto, o que chamo de Sistema Integrado de Promoção da Competitividade”.

Minervini também visitou os estados nordestinos da Bahia e Ceará no ano passado e teve a oportunidade de avaliar a situação de pequenas e micro empresas naquelas regiões. “Costumo dizer que você antes de se aventurar no mercado externo tem que ter uma boa base no mercado interno. Pode ser mais fácil crescer no mercado interno onde as variáveis são bem menores como a moeda, legislação, cultura, idioma, etc.  Se o empresário tem um bom produto e, aproveitando que o Nordeste é o alvo do turismo estrangeiro,ele pode tentar vender aos estrangeiros que visitam a região. Essa já é uma forma de sondar a aceitação do produto local no exterior. Sinceramente percebo que é difícil para muitas pequenas empresas enfrentar o mercado externo e por isso insisto que, deixando de lado o individualismo e desconfiança latina, trabalhar em grupo, mas com método e treinamento, é essencial para as pequenas empresas que buscam a internacionalização”, avalia.

O consultor ainda comenta sobre a importância da promoção no comércio exterior. “A promoção é indispensável. Entre milhões de empresas existentes como o comprador nos encontra?Antes de tudo se você hoje não está na internet, você não existe!  É preciso manter o site atualizado, com catalogo atual. Lembre-se, internet não quer dizer só ter uma página bonita, mas estar presente na rede social, especialmente em linkedin, twitter, facebook, youtube”, revela. Ele ainda ressalta a importância da participação em eventos internacionais. “Nunca vá como expositor sem conhecer a fundo a feira.

É preciso saber se aquele evento é o ideal para o empresário mostrar seu produto. Aconselho sempre a visitar a maior feira internacional do próprio setor para medir quanto anda sua competitividade. Depois, se achar que tem condições de competir, peça à alguma entidade externa uma consultoria, do tipo check-up. Por exemplo, solicitar ao Centro Internacional de Negócios da própria Federação de Indústria ou Sebrae, Ministério de Desenvolvimento, Industria e Comercio Exterior, através da Apex, Secex, etc.”, diz.

Minervini ainda acrescenta que se faz necessário a empresa avaliar qual ou quais produtos seriam considerados menos vulneráveis à concorrência internacional e ainda solicitar uma assistência externa para elaborar um plano de trabalho com orçamento. “Chegando à conclusão que não se tem recursos suficientes, busque a possibilidade de colocar-se em um grupo de empresas complementares para poder seguir com os planos de internacionalização”, cita. E lembra a importância do catalogo como ferramenta de divulgação.

“Compete na hora de estrutura-lo inserir e privilegiar informações do tipo benefícios e vantagens que o cliente vai ter comprando nosso produto”, menciona. O expert em internacionalização declara que a base da comunicação passa por ter um ótimo conhecimento das diferencias culturais. “A falta de conhecimento no mercado que se deseja investir é responsável por mais de 50% dos fracassos nas negociações internacionais”, frisa.

More Details